Ouster: startup de carros autônomos irá abrir capital com avaliação de US$1,9 bi

A empresa sediada em São Francisco planeja uma fusão com a Colonnade Acquisition Corp e o negócio pode ser anunciado nesta terça-feira, (22)

Reuters
22 de dezembro de 2020 às 11:38 | Atualizado 22 de dezembro de 2020 às 12:32
Carro
Foto: Jane Lanhee Lee / Reuters

A Ouster Inc, uma startup norte-americana que produz sensores para veículos autônomos e aplicações urbanas, está perto de acordo para ser avaliada em cerca de U$ 1,9 bilhão por meio de uma fusão com uma companhia de aquisição de ativos, afirmaram fontes.

A empresa sediada em São Francisco planeja uma fusão com a Colonnade Acquisition Corp e o negócio pode ser anunciado nesta terça-feira, (22), disseram as fontes.

A Colonnade é um veículo de aquisição de ativos com propósito específico (SPAC) liderado pelos investidores Remy Trafelet e Joseph Sambuco e levantou U$ 200 milhões em uma oferta inicial de ações em agosto que teve como objetivo uma fusão com uma empresa de capital fechado.

Leia também
Ibovespa avança acompanhando exterior; dólar opera instável
'Melhor do que nada': Alívio à Covid-19 de US$ 900 bi ajuda, mas decepciona

A partir disso, a empresa adquirida abre seu capital como resultado da fusão, em um processo alternativo à tradicional oferta pública inicial de ações (IPO).

Uma fusão com a Colonnade tornará a Ouster a quinta fabricante de sistemas lidar neste ano a abrir capital, após processos semelhantes ocorridos com Velodyne Lidar, Luminar, Innoviz e Aeva.

Os sensores lidar, que usam pulsos de laser para produzirem imagens precisas em três dimensões do ambiente ao redor do carro, são considerados essenciais por muitas montadoras de veículos por permitirem níveis maiores de assistência ao motorista e até para tornarem o veículo capaz de ser conduzido de maneira autônoma.

A Ouster tem discutido a implementação de sistemas lidar em uma série de aplicações como drones, cidades inteligentes e robótica, não apenas em veículos.

A startup, criada há cinco anos, levantou anteriormente U$ 142 milhões junto a investidores privados, incluindo Cox Automotive, Silicon Valley Bank e Fontinalis Partners, que é co-controlada pelo presidente do conselho de administração da Ford, Bill Ford.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook