O plano de Boris Johnson para reduzir a obesidade na Inglaterra

Para isso, primeiro-ministro está disposto até a esconder os salgadinhos e doces no supermercado

Do CNN Brasil Business
29 de dezembro de 2020 às 06:31
Abertura de Mercado é um podcast diário com as principais notícia econômicas
Foto: CNN Brasil


Parece que o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, está mesmo engajado no combate à obesidade na Inglaterra. Para isso, ele está disposto até a esconder os salgadinhos e doces no supermercado. Mudar a disposição de alimentos pouco saudáveis nas prateleiras, reduzir as propagandas na internet e até proibir os refis de refrigerante são algumas das estratégias que podem ser aplicadas até 2022 no país. 

No episódio de hoje:

- O plano de Johnson para reduzir a obesidade foi elogiado por instituições ligadas à alimentação saudável;

- No Brasil, o faturamento do e-commerce superou expectativas e cresceu 122% em 2020; 

- A Magazine Luiza e a Via Varejo são algumas das empresas que lideraram esse crescimento;

- Segundo um levantamento da Neotrust, 5,8 milhões de pessoas compraram pela primeira vez na internet no terceiro trimestre deste ano;

- Enquanto o e-commerce comemora, o comércio físico sofreu com uma queda de 28% nas vendas de roupas e sapatos nas semanas que antecederam o Natal;

- O Índice de Confiança da Indústria, divulgado nesta segunda-feira (28) pela Fundação Getúlio Vargas, revelou a maior confiança nos últimos dez anos;

- Mesmo assim, o setor continua cauteloso com a falta de insumos e com a queda do poder de compra da população, puxada pelo fim do auxílio emergencial;

- O fim do auxílio, por sinal, vai contribuir para o aprofundamento da desigualdade em 2021;

- Estimativas preveem que mais de 930 mil famílias cairão para as classes D e E no próximo ano, já que os índices de desemprego continuam altos;

- Somente a classe A, aquela tem que tem rendimento domiciliar superior a R$ 19,4 mil reais por mês, terá um aumento de renda em 2021;

- Donald Trump finalmente assinou o pacote de socorro contra a Covid-19, mas suas reclamações sobre o auxílio de US$ 600 mensais estimulou os democratas a pedirem um aumento do valor nesta segunda-feira (28);

- A Bolívia quer renegociar o acordo de venda de gás para o Brasil. Em entrevista concedida ao Valor, o ministro de Economia e Finanças Públicas da Bolívia disse que a relação entre os dois países é assimétrica;

- Ele também afirmou que a Bolívia entra em uma fase de austeridade em 2021;

Na agenda desta terça-feira (29), a Fundação Getúlio Vargas divulga às 9h a inflação de dezembro. Mais tarde, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga a pesquisa PNDA Contínua, que traz os dados do desemprego em outubro.

 

(Publicado por Paulo Toledo Piza)