Acionistas do GPA e da Sendas aprovam cisão do Assaí

Com isso, o grupo Pão de Açúcar avança no plano de listar as ações da divisão de atacado de autosserviço

Peter Frontini, Reuters
31 de dezembro de 2020 às 18:30
Logo do supermercado Assaí. Foto tirada em 11/01/2017
Foto: REUTERS/Paulo Whitaker

Os acionistas do GPA e de sua subsidiária Sendas aprovaram em suas respectivas assembleias gerais extraordinárias proposta de reorganização societária para cindir a unidade Assaí, avançando no plano de listar as ações da divisão de atacado de autosserviço.

A cisão parcial da Sendas, aprovada anteriormente pelos conselhos de administração das empresas, tem como objetivo de segregar a participação da Sendas no Éxito e transferir certos ativos operacionais, segundo fato relevante conjunto desta quinta-feira.

Leia também: 
O que se sabe até agora sobre o carro elétrico autônomo da Apple
Itaú Unibanco convoca para 31/01 assembleia sobre cisão de participação na XP

A aprovação também envolve cisão parcial do GPA, visando segregar a totalidade da participação acionária que o GPA detém na Sendas, com a entrega das ações de emissão da Sendas de propriedade do GPA diretamente aos acionistas do GPA, na razão de 1 ação da Sendas para cada 1 ação do de GPA.

A Sendas também afirmou que obteve em 11 de dezembro registro de companhia aberta na categoria 'A' perante a CVM e que apresentou um pedido para que suas ações sejam listadas no Novo Mercado da B3, bem como apresentará um pedido para que seus American Depositary Securities (ADSs) em Nova York.