Presidente da Anfavea: Produzimos 5 milhões de carros e vendemos só 2 milhões


Da CNN, em São Paulo
13 de janeiro de 2021 às 19:04


O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Carlos Moraes, ponderou, em entrevista à CNN nesta quarta-feira (13), sobre a saída da Ford do Brasil e analisou a situação da ociosidade de produção do setor automotivo no país.

“Temos uma ociosidade forte no setor. Fechamos 2020 com queda de 26% no emplacamento e 31% de queda na produção de veículos no Brasil. Isso só aumentou a ociosidade que já tínhamos,” disse o presidente da Anfavea.

“Temos capacidade para produzir 5 milhões de veículos no Brasil e estamos vendendo 2 milhões. Isso se torna um desafio para novas empresas que chegam ao Brasil, um mercado não recuperado e com problemas estruturais. Vejo um desafio para quem já está aqui e para quem chega."

Outro problema constatado por Moraes é o desaquecimento dos principais mercados consumidores dos carros produzidos no Brasil. Segundo ele, a retomada do setor passa pela recuperação econômica dos países da América do Sul.

“Nossos principais mercados são Argentina, Chile, Colômbia e Peru. A recuperação da nossa indústria vai depender do comportamento do mercado brasileiro e dos mercados da América Latina.”

Fábrica Renault
Linha de montagem da Renault em São José dos Pinhais (PR) (02.AGO.2012)
Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters

(Publicado por Daniel Fernandes)