Viajar de madrugada é mais barato? Veja mitos e verdades sobre passagens aéreas

Veja quais estratégias podem ajudar a encontrar passagens mais baratas, e quais só vão fazer você perder tempo.

Vinícius Casagrande, colaboração para o CNN Brasil Business
17 de janeiro de 2021 às 05:00
Aeroporto, avião, passageiro, voo, viagem
Foto: Leonardo Miranda/Unsplash

Na hora de comprar uma passagem de avião para as próximas férias, todo mundo quer economizar. Muitos turistas adotam as mais mirabolantes estratégias para conseguir os melhores preços. Há desde quem levante no meio da madrugada para pesquisar até quem planeje a viagem com um ano de antecedência. Mas será que essas estratégias realmente fazem sentido?

Os preços das passagens são dinâmicos e variam de acordo com a procura para aquele voo específico. Se é impossível determinar exatamente quanto custa um bilhete aéreo, o passageiro precisa acompanhar o sobe e desce para ter uma noção melhor de quando as passagens estão mais caras ou mais baratas.

Um bom planejamento pode fazer toda a diferença para conseguir aquela barganha que vai deixar suas férias mais felizes. Veja quais estratégias podem ajudar a encontrar passagens mais baratas, e quais só vão fazer você perder tempo.

1. Tem dia da semana melhor para viajar

Verdade

Nos dias mais disputados, o preço sobe. Nos dias menos concorridos, o preço cai. Não é possível afirmar, porém, com exatidão, qual é o melhor dia da semana para viajar, já que isso depende do destino e da época do ano. Voos para destinos turísticos costumam ser mais caros aos finais de semana, enquanto rotas usadas principalmente por executivos podem ter preços mais altos justamente no meio da semana.

2. Tem dia da semana melhor para comprar a passagem

Mito

Quem procura por barganhas na hora de comprar a passagem de avião precisa estar atento às promoções constantemente. Há um mito recorrente de que as companhias aéreas fazem mais promoções às terças-feiras, mas isso é realmente só um mito. As empresas fazem suas campanhas promocionais de acordo com suas necessidades para aumentar a venda, e elas podem surgir a qualquer dia da semana.

3. Durante a madrugada, os preços caem

Mito

Se você já pensou em acordar no meio da madrugada para pesquisar o preço da passagem não precisa mais perder o sono. Os preços mudam de acordo com a procura ou quando as companhias aéreas fazem promoções. Dificilmente, elas acontecem durante a madrugada. O tráfego na internet de madrugada é mais baixo. E já que as empresas aéreas querem vender esses assentos, não faz sentido fazer grandes promoções nesses horários.

4. Viajar de madrugada é mais barato

Verdade

Se para comprar a passagem não vale a pena levantar no meio da madrugada, o mesmo não é verdade na hora de viajar. A procura pelos voos que decolam durante a madrugada é menor e, por isso, os preços costumam ser mais baixos. Os horários de pico de aeroportos devem ser evitados para conseguir uma boa economia.

5. Passagens de última hora são mais caras

Verdade

Próximo à data do voo, as companhias aéreas geralmente já venderam a maioria dos assentos e não há mais a necessidade de fazer promoções. Com poucos lugares restantes, os preços sobem consideravelmente. Quem compra o bilhete nessas situações é porque precisa mesmo viajar e não tem como adiar, sendo obrigado a pagar preços mais altos. Isso geralmente acontece com viagens corporativas. Pode até haver alguma promoção se o avião estiver muito vazio, mas são casos raríssimos.

6. Passagens com grande antecedência são as mais baratas

Mito

Se as passagens de última hora são mais caras, nem sempre comprar com grande antecedência garante os melhores preços. A tarifa de um determinado voo nem sempre começa no valor mais baixo. O preço vai se adaptando conforme a procura. Quando a venda está em um ritmo lento é que surgem as promoções. O histórico do buscador Viajala aponta que, para voos domésticos, o ideal é comprar com 45 a 60 dias de antecedência, enquanto nos voos internacionais o período ideal é entre 70 e 150 dias antes da viagem.

7. Usar o modo anônimo do navegador diminui o preço da passagem

Mito

Não adianta limpar o cache ou usar o modo anônimo do navegador da internet. Isso não altera o preço da passagem. O valor do bilhete está definido de acordo com os critérios da companhia aérea, e não de acordo com quem faz a compra. A reportagem já fez diversos testes nos últimos anos e nunca encontrou preços diferentes de acordo com o modo de busca.

8. Preço no site da companhia é mais baixo que em agências de turismo

Mito

Muitas agências de turismo cobram uma taxa extra na venda de passagens aéreas, o que seria o lucro real dessas empresas. Quando isso acontece, comprar diretamente pelo site da companhia aérea deixa a passagem aérea mais barata. Por outro lado, muitas agências fazem acordos prévios com as companhias aéreas. Como elas compram centenas ou milhares de bilhetes, conseguem preços mais baixos e podem repassar essa vantagem aos seus clientes.