China revela protótipo de trem que pode atingir velocidade de 620 km/h

O veículo funciona com energia supercondutora de alta temperatura, o que faz com que o trem pareça estar flutuando sobre os trilhos magnetizados

Lilit Marcus, da CNN
18 de janeiro de 2021 às 11:30
Maglev
Foto: Reprodução YouTube


A China revelou o protótipo de um novo trem Maglev de alta velocidade que é capaz de atingir 620 quilômetros por hora. O veículo de 21 metros funciona com energia supercondutora de alta temperatura (HTS, na sigla em inglês), o que faz com que o trem pareça estar flutuando sobre os trilhos magnetizados.

De acordo com a estatal Xinhua News, pesquisadores construíram 165 metros de trilhos para demonstrar como seria o transporte.

O professor He Chuan, vice-presidente da Southwest Jiaotong University, que trabalhou no protótipo, disse aos repórteres que o trem poderia estar "operacional" de três a 10 anos.

Ele acrescentou: "Sichuan é rica em terras raras, o que é muito benéfico para a construção de trilhos com ímã permanente, promovendo assim o desenvolvimento mais rápido de experimentos".

 

A China abriga a maior rede ferroviária de alta velocidade do mundo, que se estende por 37 mil quilômetros, e tem o trem mais rápido em operação comercial, o Maglev de Xangai. Aliás, esse trem começou a operar em 2003 e roda a uma velocidade máxima de 431 km/h, ligando o aeroporto de Pudong à estrada Longyang.

A China está ansiosa para fazer melhorias em sua infraestrutura antes dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que serão realizados em Pequim. No ano passado, o país inaugurou uma linha ferroviária de alta velocidade de 174 quilômetros conectando Pequim à cidade-sede Zhangjiakou, reduzindo o tempo de viagem de até três horas para 47 minutos.

No início deste mês, a China lançou um trem-bala projetado especificamente para suportar temperaturas congelantes. O trem CR400AF-G pode viajar até 350 quilômetros por hora em temperaturas tão frias quanto 40 graus Celsius negativos. Ele vai ligar Pequim, Shenyang e Harbin — esta última é tão fria que hospeda um festival anual de neve e gelo.