Heineken anuncia trabalho remoto permanente para áreas corporativas no Brasil

A adoção definitiva do regime de teletrabalho teve início nesta semana para 1,3 mil colaboradores

Magaléa Mazziotti,  colaboração para o CNN Brasil Business
29 de janeiro de 2021 às 14:01
Grupo Heineken em Itu
Foto: Edna Marcelino

 

O Grupo Heineken decidiu adotar regime de teletrabalho definitivo a 1,3 mil colaboradores de áreas corporativas da empresa no Brasil.

A mudança, que passou a valer na prática nesta semana, está conectada a outras decisões de transformação da cervejaria, que percebe na mudança uma forma de acelerar a internalização da cultura digital, além do ganho com a redução de custos operacionais nas unidades de São Paulo e Itu.

 

“Depois de nove meses trabalhando de forma remota, entendemos que este modelo oferece aos nossos colaboradores uma série de benefícios, como a autonomia e a flexibilidade. Para a empresa, a mudança acelera a transformação de nossa cultura rumo a um mindset cada vez mais digital”, comenta Raquel Zagui, vice-presidente de Recursos Humanos do Grupo. A empresa adequou sua política de benefícios e o contrato de trabalho de acordo com a regulamentação vigente para o teletrabalho.

O modelo é diferente do home office, com regulamentação e práticas distintas, pois os colaboradores precisam trabalhar no mínimo 3 vezes por semana fora das dependências da companhia. Já o home office continua sendo uma possibilidade para as áreas administrativas das cervejarias, que não entrarão no modelo de teletrabalho e, portanto, poderão trabalhar remotamente no máximo duas vezes por semana. O grupo tem mais 15 unidades produtivas no país, sendo 12 cervejarias, e gera 13 mil empregos no território nacional. 

Para as demais áreas administrativas das 15 unidades produtivas, os colaboradores continuarão no modelo home office até o fim da pandemia. Superado esse período, a prática se manterá como uma opção, com trabalho remoto a até duas vezes por semana fora das dependências da Companhia, conforme a regulamentação vigente. 

Hubs de conexão e saúde mental

Sobre as estruturas físicas que eram ocupadas antes da pandemia nas unidades de São Paulo e Itu, a companhia está transformando os escritórios em hubs de acomodação, encontros e conexão, que poderão ser utilizados quando for mais seguro para todos.

O mesmo conceito está sendo adotado nos Centros de Distribuição localizados no bairro do Sacomã e na cidade de Sumaré (SP), unidades estrategicamente instaladas para facilitar o acesso dos colaboradores corporativos. A empresa acredita que desta maneira conseguirá garantir conexões entre as pessoas.

Além disso, foi inaugurada neste ano a plataforma Heineken Cuida, que oferece suporte mental, emocional e físico 24h por dia, sete dias por semana.  O espaço traz conteúdos e informações para todos os colaboradores. Também capacita a liderança a identificar questões referentes ao time, bem como promover ajustes estruturais sempre que necessário.

“Sabemos que, em grandes movimentações como essa, podemos encontrar desafios pelo caminho, mas estamos dispostos a aprender e ouvir os nossos públicos a cada etapa da transição, por isso, estamos bastante otimistas com o que está por vir”, complementa Raquel.