Movimento no comércio cai 2,5% em janeiro, segundo Boa Vista

Na avaliação dos analistas responsáveis pelo levantamento, ainda não há sinais de acomodação ou tendência clara de recuperação do setor nos próximos meses

Thais Heredia, da CNN Brasil
24 de fevereiro de 2021 às 16:20
Comércio do Rio
Foto: Cleber Rodrigues/CNN

O movimento no comércio brasileiro em janeiro teve queda de 2,5% em janeiro, pelo terceiro mês consecutivo, segundo Indicador Movimento do Comércio calculado pelo Boa Vista. O resultado foi antecipado com exclusividade à CNN.

Na avaliação dos analistas responsáveis pelo levantamento, ainda não há sinais de acomodação ou tendência clara de recuperação do setor nos próximos meses. Na variação em 12 meses, o recuo acumulado é de 5,3%, confirmando que as medidas de restrições que foram endurecidas em várias regiões do país no primeiro mês do ano afetou o consumo.

Segundo dados do Boa Vista, as vendas online continuam a surtir efeito, mas sem força suficiente para manter faturamento das empresas.

O e-commerce cresceu desde o início da pandemia, mas responde apenas por 10% das vendas.O fim do auxilio emergencial reduziu a renda de milhões de brasileiros que ainda não encontraram emprego.

Com a piora da pandemia neste início de ano, o mercado de trabalho levará mais tempo para se recuperar, especialmente no setor de serviços.Segmento que mais emprega e que responde por 70% do PIB brasileiro, os serviços foram os mais atingidos pela crise sanitária.

As atividades que dependem da presença física dos consumidores continuam paradas.Uma nova rodada do benefício está para ser votada no Congresso, com a PEC Emergencial, mas as lideranças políticas já sinalizaram que o debate não vai avançar com a velocidade necessária para a liberação dos recursos.

A vacinação, ao final, é a medida mais segura e eficaz para desafogar hospitais, reduzir o contágio do novo coronavírus e o promover a volta das pessoas às ruas e com liberdade para consumirem produtos e serviços sem risco de adoecer.