Setor automotivo sofre com falta de matéria-prima durante a pandemia

Produção de veículos caiu 4,6% em janeiro na comparação com dezembro, mas teve crescimento de 4,2% em relação ao mesmo mês do ano passado

Da CNN, em São Paulo
24 de fevereiro de 2021 às 11:04

 

O setor automotivo ainda sofre com os impactos da pandemia da Covid-19. No Brasil, a falta de matéria-prima está fazendo com que a linha de produção de montadoras fique parada. A maior preocupação do setor é que a crise cause a falta de veículos nas concessionárias.

A produção de componentes eletrônicos, em especial chips e semicondutores, é a principal demanda em falta nas montadoras. O problema é global, mas, no Brasil, a Honda anunciou que vai suspender temporariamente a produção da fábrica de Sumaré, no interior de São Paulo. É a segunda suspensão somente neste ano, e acontece entre 1º a 10 de março. A primeira foi de 5 a 12 de fevereiro.

A crise é decorrente da alta demanda num cenário de retomada, mesmo que gradativa, mas que fábricas mundiais de componentes eletrônicos não estão conseguindo atender.

No Brasil, a produção de veículos no mês de janeiro caiu 4,6% na comparação com dezembro, mas teve crescimento de 4,2% em relação a janeiro de 2020. Os dados são da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Já a venda de veículos novos teve queda de 11,5% em janeiro, na comparação com o mesmo mês do ano passado passado, segundo a Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores (Fenabrave).

Falta de insumos impacta produção de carros no país durante a pandemia
Foto: CNN Brasil

(Texto publicado por Natália Flach)