ANS suspende venda de nove planos de saúde

Os 47 mil beneficiários desses planos não serão afetados, já que a medida da ANS impede apenas a venda para novos clientes

Vitor Abdala, da Agência Brasil
15 de março de 2021 às 14:43 | Atualizado 15 de março de 2021 às 17:19
Planos de saúde coletivos não têm limite para reajuste das mensalidades
Planos de saúde coletivos não têm limite para reajuste das mensalidades
Foto: Agência Brasil

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou hoje (15) a suspensão da comercialização de nove planos de saúde, pertencentes a cinco operadoras. A decisão da ANS tem como base reclamações de consumidores em relação à cobertura assistencial ocorrida no último trimestre do ano passado.

Os 47 mil beneficiários desses planos não serão afetados, já que a medida da ANS impede apenas a venda para novos clientes e garante a cobertura assistencial aos atuais usuários.

A comercialização está proibida a partir de 19 de março e só poderá ser retomada caso as operadoras apresentem melhora no atendimento.

A ANS também informou que autorizou a retomada da venda de oito planos de três operadoras que haviam sido suspensas anteriormente.

As empresas afetadas foram:

  • UNIMED NORTE/NORDESTE-FEDERAÇÃO INTERFEDERATIVA DAS SOCIEDADES COOPERATIVAS DE TRABALHO MÉDICO
  • UNIHOSP SAÚDE LTDA
  • AMEPLAN ASSISTÊNCIA MÉDICA PLANEJADA LTDA
  • ORALCLASS ASSISTENCIA MÉDICA E ODONTOLOGICA LTDA.
  • BIOVIDA SAÚDE LTDA.

Para conferir a lista completa dos planos, basta checar o site da ANS.