Opine: é melhor previdência privada ou fundo de investimento para aposentadoria?

Veja as opiniões de Simone Pasianotto, economista-chefe da REAG Investimentos, e Natália Valialpando, gerente de previdência da Icatu Seguros

Do CNN Brasil Business, em São Paulo
30 de março de 2021 às 11:45 | Atualizado 30 de março de 2021 às 11:47
O Grande Debate - Investimentos
Foto: Arte/CNN

 

Pensar no futuro da família é, cada vez mais, uma preocupação para quem quer investir seu capital. Afinal, o investidor quer garantir uma aposentadoria robusta, sem depender do governo. Nesse caso, qual é a melhor opção: previdência privada ou fundos de investimento? 

Veja as opiniões de Simone Pasianotto, economista-chefe da REAG Investimentos, e Natália Valialpando, gerente de previdência da Icatu Seguros, no programa "O Grande Debate — Investimentos" e diga se você concorda ou discorda delas.

"Os fundos de previdência permitem planejar o futuro e contam com incentivos fiscais. A indústria está extremamente diversificada. "

Natália Valialpando, gerente de previdência da Icatu Seguros

 

 

"O fundo de previdência mais atrativo vai pagar 10% de imposto de renda, enquanto o fundo de investimento paga, no mínimo, 15%. Mas o fundo ganha em rentabilidade, e isso mais do que compensa o benefício tributário."

Simone Pasianotto, economista-chefe da REAG Investimentos

 

 

"Eu discordo dessa informação. A indústria de fundos previdenciários expandiu muito, temos hoje fundos com 70% [do portfólio investido] em ações e até 100% em ações no caso de investidores qualificados. Outra vantagem é a portabilidade: você pode transferir de um fundo para outro sem pagar imposto."

Natália Valialpando, gerente de previdência da Icatu Seguros

 

 

"Eu fiz um estudo em 2019 que mostrava que os fundos de previdência rendiam o mesmo que a inflação ou um pouquinho menos. Por isso, acho que falta um pouco de agilidade da indústria de fundos previdenciários a essa realidade insana da economia brasileira."

Simone Pasianotto, economista-chefe da REAG Investimentos

 

 (Texto publicado por Natália Flach)