Ministro comemora resultado de leilão de ferrovia, que teve proposta única

Ministro também resultado e exaltou os feitos do presidente da República, Jair Bolsonaro, na condução de políticas voltadas para atrair investimentos no setor

Por Juliana Estigarríbia, do Estadão Conteúdo
08 de abril de 2021 às 17:20 | Atualizado 09 de abril de 2021 às 01:12

Embora o leilão do trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) tenha recebido proposta única nesta quinta-feira, (8) da Bahia Mineração, o ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas comemorou o resultado e exaltou os feitos do presidente da República, Jair Bolsonaro, na condução de políticas voltadas para atrair investimentos no setor.

"Esse é o governo que mais fez pelo setor de ferrovias. O presidente Jair Bolsonaro teve a coragem de trazer técnicos, nos dar liberdade e condições de trabalho.

Ninguém teve coragem de fazer o que ele está fazendo pela infraestrutura", disse o ministro após cerimônia do leilão nesta quinta-feira (8).

 A vencedora do certame foi a Bahia Mineração (Bamin), sem ágio e com proposta única, de R$ 32,7 milhões. A mineradora já atua na região e deve verticalizar suas operações.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas
Foto: Carolina Antunes/PR (27.ago.2020)

 

Os investimentos estimados no trecho são de R$ 5,4 bilhões. Freitas destacou que, somando os investimentos do leilão de aeroportos na quarta-feira, o governo já arrecadou cerca de R$ 9,4 bilhões nessa Infra Week. "Faltam R$ 600 milhões para atingirmos nossa meta de R$ 10 bilhões da semana e nós vamos conseguir."

Ele acrescentou que o planejamento para a Fiol prevê o desenvolvimento de mais dois trechos. "A Fiol vai atender o poderoso agronegócio em um segundo momento."

O ministro lembrou que importantes leilões de infraestrutura estão por vir, incluindo o da companhia estatal de saneamento do Rio de Janeiro, a Cedae, que, embora estadual, reforça a confiança e o apoio de entidades como o BNDES para destravar investimentos em infraestrutura. "Jair Bolsonaro é o presidente dos trilhos e também será do saneamento."