Intel registra lucro de US$ 3,361 bilhões no 1º trimestre, queda anual de 41%

A receita da companhia ficou em US$ 19,673 bilhões, 1% menor que nos primeiros três meses de 2020

Por Gabriel Caldeira, do Estadão Conteúdo
22 de abril de 2021 às 18:43 | Atualizado 22 de abril de 2021 às 18:44
dólares
Foto: Reuters/Lee Jae-Won

 A Intel registrou um lucro líquido de US$ 3,361 bilhões no primeiro trimestre de 2021, segundo informou nesta quinta-feira (22) a empresa, em queda de 41% na comparação com o mesmo período de 2020.

O cajustado por ação foi de US$ 0,82, ante US$ 1,31 há um ano, e abaixo das expectativas de analistas da FactSet, de US$ 1,15. O resultado também ficou aquém do esperado por investidores, e a ação da Intel recuava 1,09% às 17h33 (de Brasília), no after hours da bolsa de Nova York.

A receita da companhia ficou em US$ 19,673 bilhões, 1% menor que nos primeiros três meses de 2020. A empresa ainda divulgou suas projeções para o restante do ano e o próximo trimestre. A Intel espera faturar US$ 18,9 bilhões no segundo trimestre deste ano, com lucro por ação de US$ 1,05.

 

No acumulado de 2021, a receita deve ser de US$ 77,0 bilhões e o lucro por ação de US$ 4,00, segundo projeta a gigante americana do setor de tecnologia. O CEO da Intel, Pat Gelsinger, avaliou os resultados como "fortes", puxados por uma demanda "excepcional" pelos produtos da companhia.

"Este é um ano crucial para a Intel. Estamos definindo nossa base estratégica e investindo para acelerar nossa trajetória e capitalizar sobre o crescimento explosivo em semicondutores que alimentam nosso mundo cada vez mais digital", completou o executivo, em nota.