Bolsas da Ásia fecham em baixa após feriado e com investidores de olho na Índia

Em função de uma série de feriados, os mercados japonês e chineses, os mais líquidos da região, só voltarão a operar na quinta-feira, 6 de maio

Sergio Caldas, do Estadão Conteúdo
03 de maio de 2021 às 08:09
bolsa china
Foto: Aly Song/Reuters

As bolsas asiáticas fecharam os negócios desta segunda-feira (3) em baixa, num dia de liquidez reduzida em meio a feriados na China e no Japão que deixaram os mercados locais não abriram e com investidores atentos à preocupante situação da Covid-19 na Índia.

O Hang Seng caiu 1,28% em Hong Kong hoje, a 28.357,54 pontos, pressionado por ações do setor financeiro, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 0,66% em Seul, a 3.127,20 pontos, com as perdas lideradas pelos setores químico e farmacêutico, e o Taiex registrou expressiva queda de 1,96% em Taiwan, a 17.222,35 pontos, ao voltar de um feriado local.

Em função de uma série de feriados, os mercados japonês e chineses, os mais líquidos da região, só voltarão a operar na quinta-feira (6).

Em boa parte da Ásia, os casos de Covid-19 estão em trajetória de alta e a vacinação contra a doença segue em ritmo lento, mas a Índia continua no centro das atenções, chegando a registrar mais de 400 mil novas infecções em 24 horas, um recorde global.

Na Oceania, a bolsa australiana garantiu alta apenas marginal nesta segunda, graças ao bom desempenho de ações de grandes bancos do país. O S&P/ASX 200 avançou 0,04% em Sydney, a 7.028,80 pontos.