App de entrega de produtos pet cresce 600%, e Zee.Dog mira expansão para os EUA

Atualmente, o app está disponível em 11 cidades do Brasil. A meta é expandir para outros locais no país e, em breve, chegar ao exterior

Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business, em São Paulo
18 de maio de 2021 às 04:30
Zee.Dog
Zee.Dog: o braço de tecnologia da marca de acessórios pets faz entregas em minutos
Foto: Zee.Dog/Divulgação

Desde sua criação, em 2019, até 2020, o braço de delivery da Zee.Dog, o Zee.Now, teve um crescimento de 600% —impulsionado pela pandemia, com mais pessoas em casa. Ao final do ano passado, o faturamento foi de mais de R$ 28 milhões. 

O aplicativo, que realiza entregas de produtos para pets em minutos, tem toda a cadeia verticalizada pela empresa: desde o estoque até o motoboy, tudo é contratado pela Zee. 

"Funcionamos como um revendedor normal, como qualquer pet shop que revenda rações e remédios. Somos um revendedor das marcas. Somos um pet shop online", diz Bernardo de Luca, gerente-geral da Zee.Now.

Atualmente, o app está disponível em 11 cidades (São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Belo Horizonte, Curitiba, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano, Diadema e Recife). A meta é chegar a 20 até o final do ano e "testar modelos de franquia".

"A gente sabe que hoje o mercado pet é enorme no Brasil, e, ainda assim, é muito pulverizado. Os principais players não representam nem 15% dos US$ 8 bilhões faturados anualmente", afirma. "Então, boa parte do faturamento ainda está espalhado pelo país em pet shops pequenos, lojas de bairro. Sabemos que, ao chegar nesses lugares, teremos um movimento vencedor", diz.

O potencial para as empresas do segmento pet é gigantesco. De acordo com o IBGE, existem 132 milhões de animais de estimação no Brasil. E os humanos (ou tutores) estão cada vez mais dispostos a gastar mais dinheiro com seus pets: o instituto Pet Brasil, por exemplo, aponta que o gasto mensal médio com um cão é de R$ 338,76. 

Nos últimos dois anos, o varejo nacional movimentou cerca de R$ 34,4 bilhões, o que representa uma alta de 4,6% em relação a 2017. Globalmente, o mercado pet é avaliado a US$ 232,3 bilhões, com um crescimento anual previsto de 6,1% até 2027, segundo a consultoria Global Market Insights.

É de olho nisso que, para 2022, um dos planos da Zee.Now é chegar a outros países e abrir uma loja no exterior.

"O Brasil é uma barreira burocrática muito grande para qualquer empresa. Então, acredito que se conseguimos fazer um modelo disruptivo funcionar por aqui, ele consegue funcionar em outro país. Além disso, existem outros países com o mercado gigantesco a ser explorado — como os Estados Unidos", afirma.