Marca baiana de moda sem gênero e sem tamanho faz parceria com o Instagram

A Dendezeiro foi criada em 2019 pelos estilistas Hisan Silva e Pedro Batalha

Estela Aguiar*, do CNN Brasil Business, em São Paulo
27 de maio de 2021 às 04:30
Hisan Silva e Pedro Batalha, criadores da marca Dendezeiro
Hisan Silva e Pedro Batalha, criadores da marca Dendezeiro
Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

A Dendezeiro chamou a atenção do Instagram. Criada pelos estilistas Hisan Silva e Pedro Batalha em 2019, a marca baiana é a primeira brasileira a fazer uma collab --nome dado a parcerias entre marcas ou influenciadores para promover um produto-- com a rede social de Mark Zuckerberg.

Com uma proposta de moda sem gênero e sem definições de tamanho, a empresa distribuiu recentemente, junto com o Instagram, cerca de 216 kits para diversos criadores de conteúdos da plataforma, em todo o território nacional.

“O Instagram entrou em contato com a gente e acreditou no nosso potencial para impulsionar a cultura”, diz Batalha ao CNN Brasil Business

Dentro dos kits, com itens desenvolvidos para essa ação, os influenciadores receberam um bucket hat (tipo de chapéu) e um colar de miçangas com o nome que cada um usa em seus perfis da rede. Os criadores de conteúdo que receberam os produtos foram escolhidos pela forma que fomentam e movimentam a cultura nacional. 

"Num novo cenário da moda em que vivemos, criamos um produto que fala sobre nós e sobre a nossa região. Isso fez com que o feedback dos influenciadores fosse muito positivo"

Hisan Silva, estilista e um dos criadores da Dendezeiro

 

Antes do convite para a parceria, a Dendezeiro, que já tinha um site voltado para vendas online, chamava a atenção por ter uma linguagem própria e por investir em editoriais independentes de moda. Esse perfil, somado a uma forte presença nas redes sociais, possibilitou parcerias com marcas como Devassa e Converse. 

Segundo os fundadores, entre 2020 e 2021, em um período de consolidação no mercado, a marca teve um crescimento de 200% no faturamento. 

“Ofertamos para o mercado uma linguagem não saturada. No início foi muito difícil. Procuramos, ao longo dos anos, conquistar novos espaços e, com isso, as parcerias e as collabs foram crescendo”, afirma Pedro. 

Com a parceria do Instagram, o perfil da Dendezeiro bombou na plataforma. Desde o início da campanha, a marca alcançou cerca de 231 mil impressões e 34 mil pessoas. A tradução desses números em vendas só será possível mensurar ao fim da parceria. 

“Crescemos muito e, quando as pessoas entraram no nosso perfil, viram a nossa mais recente produção, então estávamos preparados para ter algo consolidado para mostrar”, diz Hisan. 

O diferencial das vendas pela internet feitas pela marca, segundo eles, é reduzir a dúvida dos consumidores sobre o tamanho das peças. “Trouxemos para o canal o conforto de poder comprar um item sem o provador, fazendo peças reguláveis. Isso leva segurança para quem compra roupa na internet”, diz Hisan. 

Os criadores acreditam que esse projeto com o Instagram abre o leque para que a moda cresça em outras regiões do Brasil.  

"Achamos muito potente a ideia do Instagram de firmar essa parceria e possibilitar que a moda saia do eixo Sul-Sudeste, olhando para esses empreendimentos do Norte e do Nordeste"

Pedro Batalha, estilista e um dos criadores da Dendezeiro

 

* Sob supervisão de Ligia Tuon