Governo pode flexibilizar prazo de validade de alimentos

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, defenderam a medida no 1º Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento

Adriana de Luca, da CNN, em São Paulo
17 de junho de 2021 às 23:17 | Atualizado 17 de junho de 2021 às 23:19

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmaram que o governo pode rever a legislação para flexibilizar o uso de produtos vencidos, com o objetivo de evitar o desperdício de alimentos. A declaração foi feita no 1º Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento nesta quinta-feira (17).

"Toda aquela alimentação que não for utilizada durante o dia no restaurante consegue alimentar pessoas fragilizadas, mendigos, pessoas desamparadas", disse Guedes. "É muito melhor do que deixar estragar", completou o ministro da Economia. 

O Brasil está entre os países que mais desperdiçam comida no mundo. Um estudo realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU) mostra que cerca de 40% de tudo que é produzido no país vai para o lixo. 

Uma lei sancionada no ano passado permite que empresas e instituições doem a comida que sobra, mas não a que vence. Dessa forma, tudo o que passa do prazo de validade no país precisa ser jogado fora. 

Pessoas fazem compras em supermercado
Foto: Tom Werner / Getty Images