China: gabinete diz que usará cortes de compulsório para sustentar economia real

O país vai reduzir os custos de financiamento para pequenas empresas buscando ajudá-las a lidar com a alta dos preços de commodities

Colin Qian, Judy Hua e Kevin Yao, da Reuters
07 de julho de 2021 às 11:17
Bandeira da China
Bandeira da China
Foto: REUTERS/Kim Kyung-Hoon

A China usará cortes oportunos na taxa de compulsório dos bancos para sustentar a economia real, especialmente pequenas empresas, disse o gabinete segundo a mídia estatal nesta quarta-feira (7).

O país vai reduzir os custos de financiamento para pequenas empresas buscando ajudá-las a lidar com a alta dos preços de commodities, disse o gabinete em reunião regular. E ainda vai manter sua política monetária estável enquanto aumenta a efetividade dela, completou a mídia estatal.