Após 2 anos, Pirelli conclui fechamento de fábrica de pneus em Gravataí (RS)

O anúncio de encerramento da unidade foi feito em maio de 2019, quando a fabricante iniciou um processo de reorganização produtiva

Eduardo Laguna, do Estadão Conteúdo
13 de julho de 2021 às 21:21
Pirelli
Pirelli
Foto: Xisco Navarro Pardo/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

 

A Pirelli concluiu o fechamento da fábrica de pneus de motos em Gravataí, no Rio Grande do Sul. O anúncio de encerramento da unidade foi feito em maio de 2019, quando a fabricante iniciou um processo de reorganização produtiva que incluiu a adaptação da fábrica de Campinas, no interior paulista, para a produção dos pneus que eram fabricados há 45 anos em solo gaúcho.

 

Nesse intervalo, o governo do Rio Grande do Sul tentou convencer, sem sucesso, a multinacional italiana a desistir da ideia. A Pirelli diz que adotou medidas para diminuir o impacto social do fechamento da fábrica, como a transferência de trabalhadores a outras operações do grupo e a realização de cursos de qualificação profissional para recolocação de quem perdeu o emprego.

Um acordo com o sindicato que representa os trabalhadores da indústria da borracha na região prevê também incentivo financeiro, de acordo com o tempo de serviço, e extensão do plano de saúde por seis meses aos demitidos.