Vendas no varejo dos EUA têm alta inesperada em junho

As vendas no varejo subiram 0,6% no mês passado; já os dados de maio foram revisados para baixo para mostrar que as vendas caíram 1,7%

Lucia Mutikani, da Reuters
16 de julho de 2021 às 09:54
Consumidores fazem compras em loja Target de Nova York
Foto: REUTERS/Shannon Stapleton

 

As vendas no varejo dos Estados Unidos subiram inesperadamente em junho, uma vez que a demanda por bens permaneceu forte, mesmo com os gastos voltando para o setor de serviços, o que aumenta as expectativas de uma aceleração do crescimento econômico no segundo trimestre.

As vendas no varejo subiram 0,6% no mês passado, informou o Departamento do Comércio nesta sexta-feira (16). Os dados de maio foram revisados para baixo para mostrar que as vendas caíram 1,7%, em vez de queda de 1,3% conforme publicado anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters esperavam uma queda de 0,4% nas vendas no varejo. Mas a escassez de veículos devido a um aperto mundial na oferta de semicondutores, que vem desacelerando a produção, está prejudicando as vendas de automóveis.

A venda de alguns eletrodomésticos também foi impactada pela escassez de chips.