Bezos agradece empregados e clientes por viagem ao espaço: ‘vocês que pagaram’

Dono da Amazon realizou com sucesso sua primeira viagem espacial nesta terça-feira, com duração de 11 minutos

Juliana Elias, do CNN Brasil Business, em São Paulo
20 de julho de 2021 às 21:32 | Atualizado 20 de julho de 2021 às 21:36
Jeff Bezos
Jeff Bezos (de chapéu) ao lado de Oliver Daemen, do irmão Mark Bezos e de Wally Funk em coletiva após viagem ao espaço
Foto: Joe Raedle/Getty Images (20/07/2021)

O fundador da Amazon e homem mais rico do mundo, Jeff Bezos, concluiu com sucesso na manhã desta terça-feira (20) o ambicioso projeto da Blue Origin, sua empresa de projetos aeroespaciais, de levá-lo ao espaço e traze-lo de volta em segurança. 

A viagem, feita na capsula batizada de New Shepard, durou apenas 11 minutos e não chegou a colocar seus tripulantes em órbita - o nome é uma homenagem ao astronauta Alan Shepard, o primeiro americano e o segundo homem a chegar ao espaço, em 1961.

A partida aconteceu às 9h11 da manhã do horário da pequena cidade de New Horn (10h11 do horário de Brasília), no deserto do Texas. Além de Bezos, também fizeram parte do passeio seu irmão, Mark Bezos, a pilota veterana de 82 anos Wally Funk e o estudante de 18 anos Oliver Daemen.

O voo acontece menos de uma semana depois da decolagem do também bilionário Richard Branson, dono da Virgin Galactic, que passou seus primeiros minutos no espaço no último domingo (11)

Ambas, resultado de trabalhos de décadas, são as primeiras viagens comerciais já feitas ao espaço e inauguram uma espécie de nova era da corrida espacial, em que não são mais os governos, mas, sim, empresas privadas e bilionários capazes de pagar por elas que disputam a passagem para fora da Terra. 

'Vocês que pagaram'

Em entrevista coletiva, concedida em New Horn ao lado dos colegas de viagem logo após o retorno ao solo, Bezos falou do entusiasmo por seu pequeno passo histórico e agradeceu aos empregados e clientes da Amazon pelo feito. 

"Eu quero agradecer a todos os empregados da Amazon e a todos os clientes da Amazon, porque foram vocês que pagaram por tudo isso."

Jeff Bezos, fundador da Amazon


“É sério. A cada cliente e a cada empregado da Amazon, muito obrigada, do fundo do meu coração”, acrescentou o empresário.

Em sua fala, Bezos agradeceu também o trabalho de todos os envolvidos no empreendimento, às equipes envolvidas no treinamento e no controle da New Shepard, e também à população da pequena New Horn pelo acolhimento ao megaprojeto.

“Quero agradecer a todos os engenheiros que trabalharam duro para que isso pudesse ser feito. (…) É um grande time, que está trabalhando nisso há muitos anos para fazer o veículo mais confiável, bonito e divertido que pudemos ter”, disse Bezos. 

US$ 200 bilhões

Bezos figura já há algum tempo no topo da lista das pessoas mais ricas do mundo e, ainda no ano passado, conseguiu o feito de se tornar o primeiro da história a ter uma fortuna pessoal de US$ 200 bilhões. Seu patrimônio, atualmente, está estimado em US$ 206 bilhões, de acordo com o ranking de bilionários da Bloomberg. 

O criador da Amazon é seguido na lista pelo dono da Tesla, Elon Musk – outro que também deve dar uma volta pelo espaço em breve com a sua companhia SpaceX –, com uma fortuna de US$ 181 bilhões, e pelo francês Bernard Arnault, dono da Louis Vuitton e do maior império do luxo do mundo, com uma fortuna avaliada em US$ 166 bilhões.