30% das vagas temporárias de fim de ano devem virar permanentes, diz associação

Em entrevista à CNN, presidente da Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings falou sobre expectativa do setor para vendas de final de ano

Produzido por Ludmila Candalda CNN

São Paulo

Ouvir notícia

O comércio vive a expectativa para as vendas de final de ano em meio a um cenário de inflação e desemprego em alta. Com a previsão de criação de 80 mil vagas temporárias para o natal, desempregados veem na época uma oportunidade de recolocação.

Presidente da Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings, Nabil Sahyoun diz que as vendas para esse ano devem superar as de 2020. “Temos um ano especial, claro que não será como antes da pandemia, mas com certeza será bem melhor que o ano passado”, disse.

Para o especialista, 30% dessas vagas de emprego que serão criadas podem se tornar permanentes.. “Nós temos hoje uma defasagem muito grande de desempregados, aqueles que se sobressaírem terão seus empregos temporários transformados em empregos permanentes”, afirmou.

Nabil afirmou ainda que a demanda reprimida ao longo da pandemia pode alavancar as vendas. “O importante deste ano é que as pessoas deixaram de viajar e o dinheiro ficou guardado e o natal da família brasileira passa pelo shopping center. O e-commerce vem muito arrojado e temos também o Black Friday que antecipa as vendas de natal com uma boa movimentação”, disse o presidente.

/ CNN/Reprodução

Com o comércio impulsionado pelo pagamento do 13º salário, a expectativa do setor é que as vendas em 2021 alcancem o valor de R$ 200 bilhões.

No entanto, o presidente reconhece que a alta nos juros pode interferir no resultado. “Acaba afetando, a gente sabe que tem uma parte da sociedade que enfrenta o problema do desemprego e a renda das famílias que teve uma queda em função da alta inflação”, disse.

Mais Recentes da CNN