Ação do Airbnb dispara quase 113% e empresa vale mais de US$ 100 bilhões

Durante o dia, a ação chegou da companhia de acomodações para viagens chegou a subir 142,6%, a US$ 165, em seu melhor momento

Airbnb demitirá cerca de 1.900 funcionários devido aos efeitos da Covid-19 no turismo
Airbnb demitirá cerca de 1.900 funcionários devido aos efeitos da Covid-19 no turismo Foto: Divulgação

Reuters

Ouvir notícia

As ações da Airbnb dispararam na estreia em Nova York nesta quinta-feira, avaliando a empresa de aluguel de residências por aplicativo em US$ 101,6 bilhões. Por volta das 17h45, as ações tinham alta de quase 120%, mas encerraram o dia com uma alta mais “modesta”: 112,8%, a US$ 144,71. A operação marcou o maior IPO dos Estados Unidos neste ano.

Leia também 
Airbnb precifica ações acima da faixa estimada no maior IPO dos EUA em 2020
Rede D’Or dispara em estreia na B3 após maior IPO desde 2013

As ações abriram a US$ 146 na Nasdaq, muito acima do preço da oferta pública inicial (IPO), de US$ 68 cada, que levantou US$ 3,5 bilhões para a empresa. A ação chegou a subir 142,6%, a US$ 165, em seu melhor momento.

Fundada em 2008 como um site de reservas de quartos por períodos curtos de tempo, a Airbnb foi avaliada em US$ 18 bilhões em uma rodada privada de investimentos em abril e em 31 bilhões na última captação realizada antes da pandemia, em 2017.

Perto das 16h, as ações da companhia eram negociadas a US$ 146, alta de cerca de 120% em relação ao preço de IPO.

A companhia tinha capitalização de mercado de cerca de US$ 87,2 bilhões, em comparação com os 86,3 bilhões da Booking Holdings, e os U$ 42,3 bilhões da Marriot International.

Incluindo títulos como opções e unidades de ações restritas, sua avaliação totalmente diluída chegou a U$101,6 bilhões 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN