Ações da China fecham em alta com papéis de carvão e de alimentos e bebidas

As incorporadoras imobiliárias ampliaram os ganhos da sessão anterior e terminaram com alta de 1%

A Bolsa de Valores de Xangai durante a epidemia de coronavírus, no distrito financeiro de Pudong
A Bolsa de Valores de Xangai durante a epidemia de coronavírus, no distrito financeiro de Pudong REUTERS/Aly Song

da Reuters

Ouvir notícia

O mercado acionário da China fechou em alta nesta quarta-feira (24) uma vez que as ações de mineradoras de carvão e de alimentos e bebidas avançaram, enquanto a melhora do sentimento no setor imobiliário sustentou os papéis de incorporadoras.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve variação positiva de 0,07%, enquanto o índice de Xangai subiu 0,1%.

O setor de alimentos e bebidas ganhou 1,8%, enquanto os fabricantes de bebidas alcoólicas subiram 2,7%.

O subíndice de carvão ganhou 2,3%, acompanhando o salto nos futuros de coque diante de expectativas de demanda mais alta das siderúrgicas.

As incorporadoras imobiliárias ampliaram os ganhos da sessão anterior e terminaram com alta de 1%, diante da melhora do sentimento após alguns bancos receberem instruções de reguladores financeiros para realizarem mais empréstimos a empresas imobiliárias para desenvolvimento de projetos.

Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 1,58%, a 29.302 pontos.

Em Hong  Kong, o índice Hang Seng subiu 0,14%, a 24.685 pontos.

Em Xngai, o índice Ssec ganhou 0,10%, a 3.592 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,07%, a 4.916 pontos.

Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,10%, a 2.994 pontos.

Em Taiwan, o índice Taiex registrou baixa de 0,13%, a 17.642 pontos.

Em Cingapura, o índice Straits Times desvalorizou-se 0,01%, a 3.227 pontos.

Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 recuou 0,15%, a 7.399 pontos.

 

Mais Recentes da CNN