Ações de empresas de tecnologia tem alta com possível fim de repressão regulatória

Perspectivas econômicas da China se deterioraram rapidamente nos últimos meses em meio a bloqueios generalizados relacionados à política de Covid-zero

Homem usa máscara de proteção dentro da Bolsa de Valores de Xangai
Homem usa máscara de proteção dentro da Bolsa de Valores de Xangai 28/02/2020REUTERS/Aly Song

Laura Heda CNN

Ouvir notícia

As ações de empresas chinesas de tecnologia subiram esta semana na esperança de que Pequim esteja perto de encerrar uma repressão regulatória de um ano ao setor.

O Alibaba subiu 1,9% nesta terça-feira (7), após um ganho de 5% na segunda-feira. Já a JD.com avançou 3%, depois de subir 4,7% no dia anterior.

Outras ações de tecnologia também subiram acentuadamente desde segunda-feira. O rival do TikTok, Kuaishou, cresceu 1,2% na terça-feira, somando-se a um aumento de 5,1% na sessão anterior. E o serviço de entrega de comida Meituan aumentou 0,5% na terça-feira e subiu 10% até agora nesta semana.

Os ganhos seguiram uma forte sessão para as ações chinesas em Wall Street na segunda-feira, quando o índice Nasdaq Golden Dragon China subiu 5,4%.

A companhia Didi foi o maior ganhadora em Nova York, saltando até 67%, depois que o Wall Street Journal informou que a revisão de segurança cibernética de Pequim sobre a gigante do transporte público estava prestes a terminar. A medida permitiria que a Didi voltasse às lojas de aplicativos na China continental, potencialmente já nesta semana.

“A manchete provocou especulações de que Pequim estava encerrando a repressão à economia de plataforma para apoiar o crescimento, dada a crescente pressão negativa sobre o crescimento da China”, disse Ken Cheung, estrategista-chefe de câmbio asiático do Mizuho Bank. No entanto, levaria tempo para restaurar a confiança dos negócios, acrescentou.

As perspectivas econômicas da China se deterioraram rapidamente nos últimos meses em meio a bloqueios generalizados relacionados à política de Covid-zero. Os gastos do consumidor e a produção das fábricas encolheram acentuadamente em abril, enquanto o desemprego subiu para o nível mais alto desde o surto inicial de coronavírus no início de 2020.

Preocupado com a piora das perspectivas, Pequim sinalizou que relaxará sua repressão de um ano ao setor de tecnologia – um importante motor de crescimento do país e a principal fonte de empregos.

Nas últimas semanas, altos funcionários do governo tentaram animar a indústria da internet e se comprometeram a apoiar empresas de tecnologia que buscam listar em mercados estrangeiros.

As autoridades também divulgaram um novo pacote de 33 medidas de estímulo para sustentar o crescimento pós Covid, incluindo dezenas de bilhões de dólares em cortes adicionais de impostos e gastos com infraestrutura.

Cidades importantes como Pequim e Xangai reabriram gradualmente e suspenderam as restrições do Covid, com a vida cotidiana começando a voltar ao normal

As ações chinesas estão precificando “o pior já passou” à medida que a China reabre sua economia, disse Jeffrey Halley, analista sênior de mercado da Oanda

O índice Shanghai Composite subiu 0,2% na terça-feira, pronto para um terceiro dia consecutivo de ganhos. Ele subiu 1,3% na segunda-feira. O CSI 300 de grande capitalização subiu 0,4%, após um avanço de 1,9% na segunda-feira.

O índice Hang Seng de Hong Kong, por sua vez, recuou ligeiramente depois de subir 2,7% no dia anterior.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN