Ações de laboratório sobem 14% após remédio ter efeito positivo contra COVID-19

Medicamento vem sendo testado nos Estados Unidos, com bons resultados até aqui

Abertura de Mercado é um podcast diário com as principais notícias econômicas
Abertura de Mercado é um podcast diário com as principais notícias econômicas Foto: CNN Brasil

Fernando Nakagawada CNN

Ouvir notícia

Remdesivir, um antiviral, tem tido bons resultados contra o novo coronavírus nos EUA. Por aqui, após demitir o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Bolsonaro já mudou seu alvo para Rodrigo Maia. Mercado assiste apreensivo.

No episódio de hoje:

Bolsonaro parece ter declarado guerra ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, acusando o chefe do legislativo de conspirar contra o governo;
– Também reclamou das medidas aprovadas pelos deputados durante a pandemia, porque podem custar até R$ 1 tri aos cofres públicos;
Maia respondeu, dizendo que o presidente estava usando a velha tática de mudar de assunto;
– O mercado acompanha essa briga de perto, buscando entender como isso afeta a governabilidade e a capacidade de Bolsonaro de aprovar reformas;
Hospital de Chicago tratou pacientes da COVID-19 com o antiviral Remdesivir e obteve bons resultados, afirma o site Stat News;
– Com isso, as ações do laboratório que produz a droga saltaram 14% no pós-mercado americano;
– Na China a economia teve contração de 6,8% no primeiro trimestre;
– Essa foi a primeira queda do PIB chinês em quatro décadas;
– Reportagem do Valor Econômico mostra que 39,7% das ações brasileiras são controladas por estrangeiros. Esse é o menor patamar desde 2014;
– Fundador da Cosan, Rubens Ometto, afirmou que houve queda de 50% no consumo de combustíveis no Brasil; 
– LVMH (Louis Vuitton Moet Hennessy) e a L’Óreal emitiram sinais encorajadores sobre a recuperação das vendas após a pandemia;
– Enquanto a primeira afirmou que o mercado chinês já começa a se recuperar, a segunda disse que, com as farmácias abertas, conseguiu aumentar suas vendas de alguns produtos; 
– AGENDA: Senado pode votar orçamento de guerra nesta sexta-feira (17).

Mais Recentes da CNN