Ações europeias fecham em alta com setores químicos e ligados a recursos básicos

Índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,35%, a 408,58 pontos

Bolsa de Valores de Frankfurt
Bolsa de Valores de Frankfurt Reuters

Sruthi ShankarSusan Mathewda Reuters

Ouvir notícia

As ações europeias subiram pela terceira sessão consecutiva nesta terça-feira (21), impulsionadas pelos setores químicos e ligados a recursos básicos, depois que a liquidação brutal da semana passada por temores de recessão atraiu caçadores de pechinchas.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,35%, a 408,58 pontos, após atingir uma mínima em mais de um ano na semana passada.

As mineradoras ganharam 1,3% após atingirem mínimas em dezembro de 2021 na sessão anterior, enquanto os papéis de petróleo e gás avançaram 1,1%, com os preços do petróleo em alta com a oferta apertada.

Impulsionando as ações do setor químico, a empresa francesa de gás industrial Air Liquide subiu 3,1% depois de fechar seu maior acordo de compra de energia com a sueca Vattenfall.

Ainda assim, preocupações com o crescimento persistiram depois que um órgão do setor industrial alertou que a Alemanha –a potência econômica da região– enfrentará recessão se o já instável fornecimento de gás russo parar completamente. A Itália disse que consideraria oferecer apoio financeiro para ajudar empresas a reabastecer o armazenamento de gás para evitar uma crise mais profunda no inverno no hemisfério norte.

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,42%, a 7.152,05 pontos;
  • Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,20%, a 13.292,40 pontos;
  • Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,75%, a 5.964,66 pontos;
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,39%, a 22.089,41 pontos;
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,61%, a 8.235,60 pontos;
  • Em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,79%, a 5.952,54 pontos.

Mais Recentes da CNN