Ações europeias fecham perto da estabilidade em meio a temores sobre Ucrânia

índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,07%, a 455,12 pontos

Reuters

Sruthi ShankarShashank Nayarda Reuters

Ouvir notícia

As ações europeias fecharam perto da estabilidade nesta terça-feira (22), com ganhos nos papéis de automóveis e viagens sendo compensados pelos riscos geopolíticos, com alguns países ocidentais impondo sanções à Rússia depois que ela enviou tropas a duas regiões separatistas no leste da Ucrânia.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,07%, a 455,12 pontos.

Montadoras, ações de viagens e de tecnologia apresentaram os maiores ganhos no dia, enquanto varejistas e ações financeiras ficaram entre os papéis com os maiores declínios.

A Alemanha interrompeu planos de um novo gasoduto e o Reino Unido adotou duras sanções a bancos russos, à medida que o Ocidente responde à decisão de Moscou de reconhecer duas regiões separatistas na Ucrânia e a um discurso do presidente Vladimir Putin sugerindo retórica mais beligerante.

O índice DAX, da Alemanha, liderou as perdas entre os principais índices europeus, já que é visto como mais vulnerável devido à forte dependência da maior economia da Europa do fornecimento de gás russo.

“A implicação para a Europa seria principalmente por meio dos preços do gás e do petróleo, mas é do interesse da Rússia garantir que a interrupção não seja muito grande. Isso está por trás da reação tímida do mercado por enquanto”, disse Seema Shah, estrategista-chefe global da Principal Global Investors.

Um indicador da volatilidade nas ações da zona do euro recuou depois de atingir 39 pontos, máxima desde junho de 2020, na sessão anterior.

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,13%, a 7.494,21 pontos;
  • Em Frankfurt, o índice DAX caiu 0,26%, a 14.693,00 pontos;
  • Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 0,01%, a 6.787,60 pontos;
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,02%, a 26.043,96 pontos;
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,05%, a 8.493,20 pontos;
  • Em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,52%, a 5.464,92 pontos.

Mais Recentes da CNN