Ações europeias sobem após Putin sinalizar progresso em negociações com Ucrânia

Índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,95%, a 431,17 pontos

Bolsa europeia
Bolsa europeia Reuters

Anisha SircarBansari Mayur KamdarSusan Mathewda Reuters

Ouvir notícia

As ações europeias marcaram seu maior ganho semanal neste ano, após sinais do presidente russo, Vladimir Putin, sobre uma mudança positiva nas negociações com a Ucrânia ajudarem os mercados a encerrar uma semana volátil em uma base mais firme nesta sexta-feira (11).

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,95%, a 431,17 pontos, pondo fim a uma sequência de três semanas de perdas. O índice obteve alta semanal de 4%, com ganhos estelares de ações combalidas superando os declínios causados por preocupações com as consequências da guerra entre Rússia e Ucrânia.

Putin disse nesta sexta-feira que houve algum progresso e “mudanças positivas” nas negociações de Moscou com Kiev, sem dar detalhes, o que melhorou imediatamente o sentimento de investidores.

“Qualquer tipo de notícia positiva causa uma reversão acentuada, porque já há muitas notícias ruins precificadas”, disse Dhaval Joshi, estrategista-chefe da BCA Research. Ele alertou, porém, que os mercados não estão precificando totalmente os efeitos de uma segunda rodada de sanções, como o corte de exportações importantes da Ucrânia, como as agrícolas.

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,80%, a 7.155,64 pontos;
  • Em Frankfurt, o índice DAX subiu 1,38%, a 13.628,11 pontos;
  • Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,85%, a 6.260,25 pontos;
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,68%, a 23.041,20 pontos;
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,90%, a 8.142,10 pontos;
  • Em Lisboa, o índice PSI20 valorizou-se 1,51%, a 5.608,01 pontos.

 

 

 

 

Mais Recentes da CNN