Ações europeias têm baixa com salto nos rendimentos dos títulos e balanços fracos

Índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,21%, a 472,35 pontos

Reuters

Shreyashi SanyalAmbar Warrickda Reuters

Ouvir notícia

As ações europeias fecharam em leve queda nesta quinta-feira (10), com o salto nos rendimentos dos títulos e resultados fracos da empresa francesa Atos prejudicando o setor de tecnologia, embora balanços promissores de Linde e Siemens, bem como tendências de melhora nas ações de viagens, tenham ajudado a limitar as perdas.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,21%, a 472,35 pontos, com o setor de tecnologia entre os de pior desempenho.

Os papéis de tecnologia caíram 1,1%, aprofundando perdas depois que fortes dados de inflação nos Estados Unidos abriram espaço para um Federal Reserve mais agressivo na condução da política monetária, elevando os rendimentos da dívida soberana de vários países.

Perdas nas ações da Atos, que recuaram 4,5%, também pesaram no setor. A empresa de consultoria de tecnologia da informação teve perdas contábeis totais de 2,4 bilhões de euros no segundo semestre de 2021.

Ainda assim, os ganhos em setores economicamente sensíveis ajudaram a evitar reveses mais amplos nas ações europeias. Os papéis de viagens e lazer e produtos químicos lideraram os ganhos regionais.

A empresa germano-americana Linde, maior empresa de gás industrial do mundo, saltou 3,0% depois de dizer que tem como meta crescimento de 10% a 13% no lucro ajustado por ação em 2022, após relatar resultados acima do esperado no quarto trimestre.

As ações da Siemens saltaram 4,7%, marcando seu melhor ganho percentual diário em quase 13 meses, depois que o grupo de engenharia e tecnologia disse que estava vendo uma entrada “extraordinária” de pedidos de seus clientes.

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,38%, a 7.672,40 pontos;
  • Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,05%, a 15.490,44 pontos;
  • Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 0,41%, a 7.101,55 pontos;
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,23%, a 27.190,20 pontos;
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,45%, a 8.886,20 pontos;
  • Em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,44%, a 5.671,70 pontos

Mais Recentes da CNN