Alexandre Garcia: Não há coordenação entre caminhoneiros porque movimento é espontâneo

No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (9), o jornalista avaliou a paralisação parcial feita por caminhoneiros em algumas rodovias pelo país

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (9), o jornalista Alexandre Garcia avaliou a paralisação parcial feita por caminhoneiros em algumas rodovias pelo país. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) gravou um áudio direcionado aos manifestantes e afirmou que os bloqueios atrapalham a economia, pois provocam desabastecimentos, inflação e prejudicam a todos, “em especial os mais pobres”. Bolsonaro afirma que os caminhoneiros são aliados, e pediu, então, para que liberem as estradas e deixem “seguir com a normalidade”.

Garcia analisou: “Esse movimento estava muito preocupante ontem à noite, e hoje parece que deu uma aliviada. Mas os caminhoneiros que vieram para a Esplanada dos Ministérios não saíram até agora. A voz que a gente ouve lá é “saímos quando Alexandre de Moraes sair”, parece que [o ato] tem um objetivo. Não há uma coordenação porque é um movimento espontâneo, cada grupo de caminhoneiros tem [um objetivo], mas o objetivo central é esse: liberdade de expressão, [saída] de Alexandre de Moraes.”

“Quando recebi as imagens dos bloqueios fiquei assustado porque parecia uma repetição dos dias de 2018, no governo de Michel Temer, em que a economia estava se recuperando e a partir dali retroagiu.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Fernando Molica e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião / CNN Brasil (09.set.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

 

Mais Recentes da CNN