Alexandre Garcia: Pedido de Bolsonaro para ‘apagar ponto de luz’ enfatiza crise hídrica

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (27), o jornalista comentou sobre a crise hídrica que o país está enfrentando

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (27), o jornalista Alexandre Garcia comentou sobre a crise hídrica que o país está enfrentando. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) classificou a crise hídrica no Brasil como “a maior da história” e pediu para que as pessoas “apaguem um ponto de luz” em casa. O apelo do presidente foi feito ontem à noite durante uma live. Bolsonaro alertou para o baixo nível das hidrelétricas do país, que estariam operando “no limite”, e disse que algumas podem até deixar de funcionar.

“A força da palavra da minha mãe veio, no mínimo, 75 anos antes da palavra do presidente. Era o dia inteiro ‘apaga a luz, Alexandre’, quando saía de qualquer dependência. Não tem como haver uma pessoa ausente de uma dependência de uma casa e a luz ficar acesa. Isso aí é básico, em qualquer ocasião, segundo a minha mãe”, disse o jornalista.

“É um pedido necessário para enfatizar a crise. Estamos numa crise hídrica muito séria, não é seca no Nordeste, é falta de água e chuva no Sudeste. O que temos que fazer é economizar energia elétrica, racionalizar o uso, verificar os horários, não tem saída. Vai intervir no clima de que jeito? Nós dependemos das chuvas.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Fernando Molica e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião / CNN Brasil (27.ago.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN