Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Alexandre Schwartsman: Promessa do Fed não será suficiente para conter a inflação

    Especialista CNN em Economia, Alexandre Schwartsman comentou a situação da taxa de juros nos Estados Unidos

    Gabriel Fernedada CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    Os integrantes do comitê de política monetária do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, consideram que uma política monetária mais dura pode “ser justificável” dependendo de desenvolvimentos econômicos e financeiros, segundo a ata da última reunião do órgão divulgada nesta quarta-feira (6).

    A expectativa do mercado é que, diante da maior inflação em 40 anos e níveis baixos de desemprego, o Fed adote uma postura mais rígida e suba os juros em 0,5 ponto percentual na reunião de maio.

    O Especialista CNN em Economia Alexandre Schwartsman disse que a iniciativa do BC americano, de aumentar os juros e de reduzir seu estoque de títulos, é positiva, mas que isso não deverá trazer a inflação americana para dentro da meta.

    “A ata do Federal Reserve trouxe o compromisso, não apenas de subir a taxa de juros, mas de redução no estoque de títulos que o Fed comprou ao longo da crise para tentar ajudar a recuperar a economia. Essa promessa, ainda que positiva, não vai ser suficiente para conter a inflação e trazê-la de volta para a meta de 2%”, disse Schwartsman.

    Veja mais no vídeo acima

    Mais Recentes da CNN