Reajuste médio de 6,02% nas tarifas da Enel Rio é aprovado pela Aneel

Segundo a agência, o impacto do empréstimo da conta-covid contribuiu para amenizar o impacto do reajuste em -14,29%

Governo planeja bancar parte da conta de luz de famílias de baixa renda
Governo planeja bancar parte da conta de luz de famílias de baixa renda Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Marlla Sabino, da Agência Estado

Ouvir notícia

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (9), reajuste médio de 6,02% nas tarifas da Enel Rio. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 10,38%. Já para a baixa tensão, a alta será de 4,63%.

Segundo a agência, o impacto do empréstimo da conta-covid contribuiu para amenizar o impacto do reajuste em -14,29%.

“A reversão da conta-covid pode trazer alguns alívios para segmentos tarifários que agora estamos experimentando”, disse o relator do processo, diretor Efrain da Cruz.

As novas tarifas passarão a valer a partir da próxima segunda-feira, dia 15 de março.

A distribuidora atende 2,7 milhões de unidades consumidoras.

Mais Recentes da CNN