Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Apesar do PIX, uso de cartões deve crescer até 20% em 2021

    Estimativa do órgão que representa o setor é que serão movimentados mais R$ 2,3 trilhões durante o ano, maior parte via cartão de crédito

    Pilha de cartões de crédito
    Pilha de cartões de crédito Foto: Jack Moreh/Freerange Stock

    Wesley Santana, colaboração para CNN Brasil Business

    Ouvir notícia

    Mesmo com novas tecnologias que foram incorporadas ao cotidiano do brasileiro, alguns comportamentos não vão mudar tão cedo. Assim como o saque em caixa eletrônico, que tem apresentado alta nos últimos meses, o uso de cartões também está crescendo e pode atingir recordes em 2021.

    Uma projeção da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), que representa as empresas do setor de pagamentos eletrônicos, mostra que transações com cartões devem crescer de 18% a 20% em 2021.

    Leia também:
    Pix deve ganhar impulso em 2021 e reduzir a quantidade de moeda em circulação
    Pix: tudo MESMO que você precisa saber sobre o sistema de pagamentos

    A estimativa do órgão ainda prevê que, ao todo, serão movimentados mais R$ 2,3 trilhões durante o ano, sendo que a maior parte deste montante será pago via cartão de crédito, que pode ter alta de até 21% no período. Pagamentos no débito terão alta de até 21%, enquanto os cartões pré-pagos devem dobrar o número de operações.

    Essa previsão está baseada no resultado negativo que o setor encarou no primeiro semestre de 2020, quando, em razão do isolamento social, viu menos pessoas usando cartões.

    Com o relaxamento das medidas sanitárias, as bandeiras de pagamento viram as transações aumentarem e baterem a marca de R$ 2 trilhões no ano, como indicam dados preliminares.

    Se comparados os índices de 2019 e 2020, o setor acredita que houve uma alta de 8%, tendo o 4º trimestre um destaque pelo crescimento de 14,8%, totalizando uma movimentação de R$ 607,3 bi.

    PIX é concorrente, mas não mostra perigo

    Segundo a associação, apesar da chegada do PIX ao mercado, o novo sistema do banco central não representa perigo às bandeiras de cartão, visto que seu uso é priorizado para transações bancárias, como transferências.

    Aplicativos contribuem com o crescimento

    O crescimento do número de aplicativos de compras, delivery e de pagamento também contribui para um desfecho positivo do setor. Isso porque, todos os pagamentos feitos nas plataformas com cartões entram contagem, exceto aqueles que são finalizados com o saldo disponível na carteira do cliente.

    Tópicos

    Tópicos

    Mais Recentes da CNN