Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Apple adia retorno aos escritórios indefinidamente e dá US$ 1 mil aos empregados

    O desenvolvimento foi compartilhado com os funcionários da Apple em um e-mail do CEO Tim Cook na quarta-feira (15), de acordo com vários relatórios

    Fachada da Apple
    Fachada da Apple REUTERS

    Rishi Iyengardo CNN Business*

    Ouvir notícia

    Apple vai adiar o retorno de seus funcionários ao escritório até uma data “ainda a ser determinada”, ao mesmo tempo que dará a todos os seus funcionários corporativos e de varejo US$ 1.000 para a compra de equipamentos para o homeoffice.

    O desenvolvimento foi compartilhado com os funcionários da Apple em um e-mail do CEO Tim Cook na quarta-feira (15), de acordo com vários relatórios. A Apple confirmou os detalhes do e-mail para a CNN Business.

    A mudança da gigante do Vale do Silício ocorre em meio a um aumento nos casos de Covid-19 e preocupações com a disseminação da variante Ômicron.

    No início desta semana, a Apple reinstaurou um mandato de máscara em todas as suas lojas nos Estados Unidos e também está fechando algumas delas devido a um aumento nos casos.

    Várias empresas, incluindo Google, Lyft, Uber e Amazon também adiaram suas datas de reabertura várias vezes, à medida que a incerteza em torno da pandemia continua.

    No início da pandemia, várias empresas, incluindo Google e Facebook, também ofereceram a seus funcionários bônus de US$ 1.000 para ajudar com as despesas do trabalho de casa.

    *(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original, em inglês)

    Mais Recentes da CNN