Arthur Lira, em campanha à presidência da Câmara, desmente apoio à nova CPMF

Deputado federal esteve em campanha no Rio de Janeiro para a eleição que ocorrerá no próximo dia 1º de fevereiro

Deputado Arthur Lira, do PP, em discurso na Câmara: ele quer ser o novo presidente da Casa
Deputado Arthur Lira, do PP, em discurso na Câmara: ele quer ser o novo presidente da Casa Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados (26.mai.2020)

Cleber Rodrigues,

da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O deputado Arthur Lira (PP-AL) se reuniu na manhã desta quarta-feira (20), no Rio, com deputados do estado do RJ, além de outros líderes políticos, para costurar apoio à sua candidatura à presidência da Câmara, cujas eleições estão previstas para o dia 1° de fevereiro. O encontro aconteceu por volta das 10h30, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ). 

Na saída, em entrevista à CNN, Lira desmentiu reportagens publicadas por alguns veículos de imprensa, nesta terça-feira (19), que citaram que o ministro da Economia, Paulo Guedes, pretendia retomar as discussões sobre a nova CPMF, visando o apoio de Arthur Lira, em caso de eleição. 

 “Ontem, eu liguei pessoalmente para o ministro Paulo Guedes porque foi citado o meu nome na matéria e foi citado, na manchete, o nome do ministro. No corpo da matéria isso não existe e o ministro me confirmou que não deu essa entrevista a ninguém. Ele nunca conversou comigo sobre esse assunto”, disse que Lira. 

O candidato afirmou, ainda, que haverá “uma mudança de rumo” na Câmara dos Deputados a partir do dia 2 de fevereiro.

“O presidente vai sempre pautar, mas vai sempre ouvir o colégio de líderes, vai sempre ouvir a maioria, as bancadas. A política do “eu faço” vai acabar. Nós, vamos fazer. Então, essa discussão das pautas será feita coletivamente com antecedência, previsibilidade, transparência e respeitando a proporcionalidade partidária”, concluiu.

Na capital fluminense, a agenda do candidato à presidência do legislativo, ainda têm um encontro com o governador em exercício do RJ, Cláudio Castro e um almoço com representantes políticos.

Mais Recentes da CNN