Associação propõe intercalar fechamento do comércio, serviço e indústria no país

Alguns setores da economia não fecharam, como indústria e construção civil, enquanto o comércio formal está sendo fechado sistematicamente, diz CEO da Abrasce

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

Apesar de o governo do estado de São Paulo ter anunciado a reabertura gradual do comércio, o setor defende uma liberação ainda maior. Glauco Humai, presidente da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), disse que o ideal seria realizar um rodízio de fechamento de setores durante a pandemia.

“Mantemos diálogo com municípios, estados e União, falando de nossa tese de que mais de 60% da economia continua funcionando, enquanto o setor de comércio e serviços estão sendo prejudicados,” disse Humai.

“Uma das propostas é o rodízio de setores. Uma hora fecha a indústria, outra o comércio e por aí vai. Alguns setores da economia não fecharam desde março do ano passado, como indústria e construção civil, enquanto o comércio formal está sendo fechado sistematicamente.”

Humai destaca também que, durante 2020, a Abrasce ajudou lojistas de shoppings com mais de R$ 6 bilhões em descontos, parcelamentos e adiamentos, mas que neste ano a ajuda não poderá ser tão grande por conta da diminuição do caixa das empresas do setor.

shopping
Foto: Hoa Thun Ho/Unsplash

Mais Recentes da CNN