Auxílio emergencial: governo estuda reabertura de cadastros, diz João Roma

Os pagamentos de abril, no entanto, serão destinados apenas aqueles que já possuíam cadastro em dezembro

O ministro da Cidadania, João Roma: Ministério estuda reabertura para novos cadastros no auxílio emergencial
O ministro da Cidadania, João Roma: Ministério estuda reabertura para novos cadastros no auxílio emergencial Foto: Reprodução/CNN

André Jankavski,

do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

 O governo federal começa a estudar a possibilidade de reabrir o cadastro para novos beneficiários do auxílio emergencial. O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que a pasta não descarta abrir uma janela para as pessoas que, somente agora em 2021, entraram em situação de vulnerabilidade.

“Estudamos alguns mecanismos que possibilitem a reabertura do sistema no mês de abril. Estamos vendo também os limites para que isso aconteça”, disse ele em entrevista à Rádio Gaúcha.

Os pagamentos de abril, no entanto, serão destinados apenas aqueles que já possuíam cadastro em dezembro.

Segundo ele, aqueles que perderam os empregos formais recentemente serão atendidos pelo seguro-desemprego. “Eles serão amparados pela estrutura social”.

O ministro também confirmou que se uma pessoa estiver recebendo algum tipo de auxílio estadual ou municipal poderá continuar tendo acesso ao benefício federal.

Calendário

O governo anunciou nesta quarta-feira (31) a nova rodada de pagamento do auxílio emergencial. Ao todo, serão pagas quatro parcelas de R$ 250, com duas exceções: mulheres chefes de família receberão R$ 375 e famílias compostas por uma única pessoa, R$ 150.

Assim como no ano passado, primeiro o dinheiro será depositado em conta poupança digital e só depois liberado para saques. As datas variam conforme o mês de aniversário do beneficiário. Clique aqui para ter acesso ao calendário completo.

 

Mais Recentes da CNN