Avenue recebe aporte de R$ 150 milhões e quer chegar a 1 milhão de clientes

Corretora norte-americana vai usar o dinheiro para diversificar portfólio e fortalecer a operação para atender a demanda

Foto: Avenue/Divulgação

Leonardo Guimarães,

do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

 

A Avenue Securities, corretora com sede nos EUA e focada no público brasileiro, anunciou nesta terça-feira (3) que recebeu um aporte de R$ 150 milhões liderado pelo Softbank. A Igah Ventures, que já tinha participação na empresa, também investiu na operação. 

Há dois anos no mercado, a Avenue já tem mais de 300 mil clientes no Brasil e US$ 1 bilhão em ativos sob custódia. A empresa diz que usará o capital levantado para diversificar seu portfólio — que conta com ações, ETFs e REITs —, além de investir em tecnologia e ampliar o quadro de colaboradores “para operar diferentes filiais da corretora no Brasil e no exterior”.

No movimento de diversificação de portfólio, entram na plataforma fundos de investimento norte-americanos. É uma estratégia para atingir novos clientes e atender melhor os 300 mil que já estão na base da Avenue. 

“Um dos desafios de uma empresa de investimentos é conversar com diferentes públicos; é preciso ter marca, produtos e experiência. Estamos proporcionando uma experiência brasileira, adequada ao nível de conhecimento do nosso público”, afirmar Roberto Lee, sócio-fundador da Avenue, em entrevista ao CNN Brasil Business

E a meta da corretora é ousada. A empresa espera terminar 2022 com 1 milhão de clientes, mas não quer parar por aí. “Temos uma base de pelo menos 10 milhões de brasileiros que podem iniciar uma vida financeira global”, afirma o líder da empresa. Esse total é, segundo o executivo, de brasileiros que já investem em produtos mais sofisticados que a poupança, mas não necessariamente em ações. 

Lee espera que ao menos metade desse público comece a investir fora do Brasil “nos próximos anos” e, com sua empresa entre as líderes em investimento internacional, está confiante de que possa atrair alguns desses entrantes. 

Parte do interesse dos brasileiros vem de aberturas de capital, como a da Coinbase. Somente no dia de estreia da corretora de criptomoedas, a Avenue captou mais de R$ 60 milhões, de acordo com Lee, em outra entrevista ao CNN Brasil Business

Além da entrada de fundos à plataforma, a Avenue planeja lançar uma conta bancária nos Estados Unidos para que os clientes façam transações e pagamentos fora do país. “À medida que mais brasileiros passam a ter acesso à conta corrente nos EUA, o efeito de rede começa a acontecer, e a vida internacional começa a funcionar”, afirma Lee. 

Segundo o executivo, a conta corrente terá, num primeiro momento, apenas cartão de débito, mas o desenvolvimento do produto “caminha para o crédito”. 

Além do aumento na base de clientes, a Avenue terá um avanço de mais de 100% no número de funcionários. Hoje, são 180 colaboradores. Com o aporte, a empresa já abriu 200 vagas no Brasil e nos Estados Unidos para fortalecer a operação que deve ver a demanda crescer nos próximos meses. 

Mais Recentes da CNN