BMW quer que carros elétricos respondam por 25% das vendas na China até 2025

A montadora alemã espera que metade de suas vendas globais sejam de modelos totalmente elétricos até 2030

BMW:
BMW: Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters

Yilei Sun e Norihiko Shirouzu,

da Reuters

Ouvir notícia

 A BMW deseja  que um quarto de suas vendas na China seja de veículos exclusivamente elétricos até 2025, informou o presidente-executivo, Jochen Goller, nesta segunda-feira (19). Em 2020, apenas cerca de 4% das vendas da BMW no país foram de veículos com esse modelo.

Goller deu essa declaração no salão do automóvel de Xangai. Ele também afirmou que a BMW terá 12 modelos elétricos à venda na China até 2023. A montadora alemã espera que metade de suas vendas globais sejam de modelos totalmente elétricos até 2030.

O executivo acrescentou que a BMW pretende expandir produção na China, mas ainda não tomou a decisão final.

A parceria com da BMW com a montadora chinesa Great Wall Motor, que está construindo uma fábrica na China, começará a fabricar dois modelos Mini elétricos para o mercado global a partir de 2023, disse Goller.

 

Mais Recentes da CNN