Bolsa Família começa a ser pago nesta segunda (18) sem o auxílio emergencial

De acordo com o Ministério da Cidadania, serão repassados R$ 2,7 bilhões para 14,2 milhões de família. O valor médio por beneficiário neste mês será de R$ 190

Foto: Ana Nascimento/CCE

Washington Luiz, colaboração para o CNN Brasil Business

Ouvir notícia

A Caixa Econômica Federal começou a pagar o Bolsa Família nesta segunda-feira (18), para beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) terminado em 1. Esta é a primeira vez, desde abril de 2020, que o benefício é transferido sem o auxílio emergencial. 

De acordo com o Ministério da Cidadania, serão repassados R$ 2,7 bilhões para 14,2 milhões de família. O valor médio por beneficiário neste mês será de R$ 190. 

Em 2020, 95% das famílias cadastradas no programa optaram por migrar para o auxílio emergencial. Isso ocorreu porque o valor pago pelo auxílio era superior ao da Bolsa Família. Essas pessoas receberam cinco parcelas de R$ 600 e quatro de R$ 300. O último pagamento foi feito em 23 de dezembro. 

Saques 

As parcelas mensais ficam disponíveis para saque durante 90 dias após a data de crédito. Quem recebe o Bolsa Família pode sacar o benefício nas agências, lotéricas e correspondentes bancários com a marca Caixa Aqui. Para isso, é necessário apresentar o Cartão do Cidadão. 

Em dezembro, a Caixa começou a pagar o benefício pelo aplicativo da poupança social digital, o Caixa Tem, para as famílias com NIS de finais 9 e 0. Agora, neste mês, os inscritos com NIS de finais 6, 7 e 8 receberão pela plataforma. 

Segundo o banco, a migração do pagamento para o aplicativo será feita de forma automática e escalonada. Assim, as famílias não vão precisar comparecer às agências ou apresentar documentos. 

Calendário 

Para saber em que dia o benefício ficará disponível para saque ou crédito em conta bancária, é preciso observar o último número do NIS, impresso no cartão de cada titular. Para cada final do NIS há uma data correspondente por mês.

 

Mais Recentes da CNN