Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa, após dados chineses mistos

    No primeiro trimestre, PIB chinês teve expansão anual de 4,8%, maior do que o previsto, mas dados do varejo decepcionaram

    Bolsa de commodities de Dalian, onde futuros do minério de ferro são negociados na China
    Bolsa de commodities de Dalian, onde futuros do minério de ferro são negociados na China Reuters

    Sergio Caldas, do Estadão Conteúdo

    Ouvir notícia

    As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta segunda-feira (18), após a divulgação de dados econômicos mistos da China, incluindo números do Produto Interno Bruto (PIB).

    O índice japonês Nikkei caiu 1,08% em Tóquio hoje, a 26.799,71 pontos, enquanto o chinês Xangai Composto recuou 0,49%, a 3.195,52 pontos, e o sul-coreano Kospi teve modesta perda de 0,11%, a 2.693,21 pontos.

    Exceção, o Shenzhen Composto – que reúne empresas chinesas com menor valor de mercado – avançou 0,43%, a 2.022,52 pontos.

    Em Hong Kong e na Austrália, onde fica o principal mercado acionário da Oceania, não houve negócios nesta segunda devido ao feriado de Páscoa.

    No primeiro trimestre, o PIB chinês teve expansão anual de 4,8%, maior do que o previsto. Por outro lado, as vendas no varejo chinês decepcionaram em março, com uma queda de 3,5% ante um ano antes, mais intensa do que se esperava.

    Os dados vêm num momento em que a China enfrenta sua pior onda de Covid-19 em dois anos e dá sinais de desaceleração econômica.

    Na semana passada, investidores ficaram decepcionados com o banco central chinês, o PBoC, que cortou compulsórios bancários, mas deixou algumas de suas principais taxas de juros inalteradas.

    A expectativa era de relaxamento mais agressivo da política monetária.

    Mais Recentes da CNN