Bolsas da Europa se recuperam com ganhos empresariais após queda na véspera

Sessão anterior foi marcada por preocupações sobre movimentos agressivos do Fed e o potencial conflito militar na Ucrânia

Índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,71%
Índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,71% Reuters

Sruthi ShankarShreyashi Sanyalda Reuters

Ouvir notícia

As ações europeias recuperaram nesta terça-feira (25) parte do terreno perdido, após sua pior liquidação desde junho de 2020, depois que relatórios otimistas de ganhos da Ericsson e da Logitech forneceram suporte.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,71%, a 459,59 pontos, após cair 3,8% na sessão anterior devido a preocupações sobre movimentos agressivos de aperto da política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) e o potencial conflito militar na Ucrânia.

Em movimentos impulsionados por lucros, a fabricante suíça de periféricos de computador Logitech International subiu 6,2% após aumentar sua previsão de lucros para o atual ano fiscal.

A sueca Ericsson saltou 7,6% ao reportar ganhos no quarto trimestre acima das estimativas do mercado, ajudado por vendas mais altas de equipamentos de telecomunicações enquanto mais países lançam redes 5G.

Em Londres, o índice Financial Times avançou 1,02%, a 7.371,46 pontos. Já em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,75%, a 15.123,87 pontos.

O índice CAC-40, de Paris, ganhou 0,74%, a 6.837,96 pontos, enquanto o índice Ftse/Mib, de Milão, teve valorização de 0,22%, a 26.028,89 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,73%, a 8.479,50 pontos. Já em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,38%, a 5.408,58 pontos.

Mais Recentes da CNN