Bolsas europeias fecham em campo misto com alta nas ações e casos de Covid-19

Índice FTSEurofirst 300 subiu 0,13%, aos 1.859 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,09%, aos 480 pontos

REUTERS

Anisha SircarShreyashi Sanyalda Reuters

São Paulo

Ouvir notícia

As ações europeias interromperam uma sequência de perdas de quatro dias consecutivos nesta quarta-feira (24), com os papéis da Telecom Italia liderando os ganhos, mas temores em torno da piora da situação da Covid-19 na Europa e perspectivas de rigorosas restrições de combate à doença limitaram a recuperação do mercado.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,13%, aos 1.859 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,09%, aos 480 pontos, após registrar sua pior sessão em quase dois meses na terça-feira em meio a um ressurgimento de casos de coronavírus no continente e a temores de aumentos de juros nos Estados Unidos.

A Telecom Italia disparou 15,6%, elevando o setor de telecomunicações europeu em 1,2% após notícias de que o fundo KKR está considerando aumentar sua oferta para aquisição da empresa, já que a principal investidora na TIM, Vivendi, considerou a proposta inicial baixa demais.

As ações europeias estão a caminho de perdas semanais, uma vez que receios sobre o retorno da Covid-19, aumentos de juros e inflação geraram temores de enfraquecimento da perspectiva de crescimento econômico.

Veja o desempenho dos principais índices europeus:

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,27%, aos 7.286,32 pontos;
  • Em Frankfurt, o índice DAX caiu 0,37%, aos 15.878,39 pontos;
  • Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 0,03%, aos 7.042,23 pontos;
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,63%, aos 27.109,30 pontos;
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,26%, aos 8.792,00 pontos;
  • Em Lisboa, o índice PSI20 cresceu 0,45%, aos 5.522,37 pontos.

 

Mais Recentes da CNN