Bolsas europeias fecham perto de máximas impulsionadas por setor de tecnologia

Índice pan-europeu STOXX 600 encerrou em alta de 0,92%, aos 478,36 pontos

Bolsa de Valores de Frankfurt
Bolsa de Valores de Frankfurt REUTERS

Anisha SircarSusan Mathewda Reuters

Ouvir notícia

As ações europeias fecharam perto de máximas em uma semana nesta quarta-feira (22), lideradas por ganhos em papéis de tecnologia e industriais, mesmo com investidores preocupados com a perspectiva de recuperação global em meio ao aumento nos casos de Covid-19 causado pela variante Ômicron.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,92%, aos 478,36 pontos, seguindo um salto de 1,4% na sessão anterior, que também foi seu melhor dia em duas semanas. As ações de tecnologia lideraram os ganhos, seguidas pelos setores industrial, de viagens e papéis relacionados a construção.

“Será um clima muito cauteloso para as ações, ao invés de qualquer tipo de euforia, indo para o Natal”, disse Susannah Streeter, analista sênior de investimentos e mercados em Hargreaves Lansdown.

A liquidez fraca e o risco associado à propagação da cepa Ômicron resultaram em volatilidade do índice de referência nos últimos dias.

Enquanto isso, o Banco Central Europeu (BCE) pode aumentar as taxas de juros já no final do ano que vem, e sinalizar um fim das compras de títulos seria um forte sinal de que a mudança acontecerá nos próximos dois trimestres, disse o membro do Conselho do BCE Robert Holzmann.

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,61%, aos 7.341,66 pontos;
  • Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,95%, aos 15.593,47 pontos;
  • Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 1,24%, aos 7.051,67 pontos;
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,66%, aos 26.827,93 pontos;
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,85%, aos 8.459,10 pontos;
  • Em Lisboa, o índice PSI20 cresceu 0,15%, aos 5.459,66 pontos.

Mais Recentes da CNN