Bolsonaro se opõe a imposto sobre fortunas: ‘Virou crime ser rico no Brasil’

Apesar das afirmações contra o aumento de impostos, a proposta de reforma tributária apresentada pelo Planalto prevê cobrança de 20% sobre lucros e dividendos

Bolsonaro em cerimônia de Apresentação da Tecnologia 5G para o Agro
Bolsonaro em cerimônia de Apresentação da Tecnologia 5G para o Agro Foto: Alan Santos/PR

Por Gustavo Côrtes, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

 O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) descartou, nesta segunda-feira (2) a possibilidade de instituir imposto sobre grandes fortunas, tabelamento de preços ou aumento de carga tributária no Brasil.

“Alguns querem que eu taxe grandes fortunas no Brasil. É um crime agora ser rico no Brasil. Alguns querem que se aumente a carga tributária, que se tabele preços. Nós somos aquilo que nós produzimos”, disse em discurso na cerimônia do lançamento do programa Água nas Escolas.

Apesar das afirmações contra o aumento de impostos, a proposta de reforma tributária apresentada pelo Planalto prevê cobrança de 20% sobre lucros e dividendos, o que incidiria sobre os ganhos de empresários e acionistas do país.

Mais Recentes da CNN