Boticário cria aceleradora de startups para ‘reinventar’ indústria da beleza

Podem se inscrever no programa, entre os dias 16 de novembro e 18 de dezembro, empresas em fase inicial, mas que já tenham soluções sendo testadas no mercado

Loja do Grupo Boticário: empresa anunciou o lançamento do GB Ventures para acelerar e construir parcerias com startups
Loja do Grupo Boticário: empresa anunciou o lançamento do GB Ventures para acelerar e construir parcerias com startups Foto: Divulgação/Grupo Boticário

Leonardo Guimarães,

do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

O Grupo Boticário vai lançar, em novembro seu programa de aceleração de startups, o GB Ventures. A varejista vai selecionar empresas que tenham soluções para otimizar processos e “reinventar a indústria da beleza”. 

Podem se inscrever no programa, entre os dias 15 de novembro e 18 de dezembro, empresas em fase inicial, mas que já tenham soluções sendo testadas no mercado. 

Leia também:
Fleury e Sabin montam fundo de R$ 200 mi para startups de saúde
Afya anuncia aquisição da MedPhone por R$ 6,4 milhões

O GB Ventures busca startups que atuam em três áreas: beautytech – skincare, produtos customizáveis e embalagens sustentáveis; retailtech – soluções para os canais de venda, indústria 4.0, social commerce e processos de crédito; trendsetter – novos serviços, inteligência artificial adaptada para experiências sensoriais. 

As empresas aceitas no programa receberão mentoria do Comitê de Inovação do Grupo Boticário em encontros online. As startups terão acesso às plantas industriais do grupo e aos laboratórios de experimentação, prototipação e design da companhia. 

Ao fim do programa, que dura seis meses, o grupo vai avaliar a possibilidade de um investimento nas startups. Não há um número pré-definido de empresas que serão aceleradas, segundo a companhia. 

“Precisamos encontrar mais parceiros nos nossos processos. Por isso, demos as coordenadas de quais áreas temos interesse”, afirma Artur Grynbaum, CEO do Grupo Boticário. 

As startups aceleradas poderão fechar contratos de exclusividade com o grupo, mas esta não é uma premissa do programa. “Tem soluções que fazem mais sentido dividir com outras empresas para ganhar massa crítica”, explica Grynbaum. 

Este é mais um esforço do Grupo Boticário para ser uma empresa inovadora. Em 2017, a empresa lançou o BotiLab, um espaço que reúne profissionais de diversas áreas que recebem ideias de inovações em processos, produtos e serviços, avaliam a viabilidade das propostas e colocam em prática as ideias. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Tópicos

Mais Recentes da CNN