Dona do shopping Villa Lobos, brMalls prevê reabertura total em julho

A empresa, que administra 29 shoppings no Brasil, como o Villa Lobos e o Shopping Tijuca, no Rio de Janeiro, já tem 11 unidades abertas até agora

 
  Foto: Divulgação

Reuters

Ouvir notícia

A administradora de shopping centers brMalls, dona de unidades como o Villa Lobos, em São Paulo, e o Tijuca, no Rio de Janeiro, prevê que terá todas as unidades de seu portfólio funcionando em julho, à medida que governos regionais flexibilizam medidas de isolamento social tomadas em março para conter a disseminação do coronavírus.

“A expectativa é de que em julho todos os empreendimentos estejam abertos ao público”, afirmou a companhia no relatório de resultados do primeiro trimestre, divulgado nesta quinta-feira. A empresa administra 29 shopping centers.

A companhia afirmou que até agora já retomou a operação de 11 shoppings, ativos que representam aproximadamente 30% do NOI core (medida de resultado operacional) da empresa.

Leia também:
Por crise, shoppings da Multiplan dão R$ 300 milhões em isenções a lojistas
Raia Drogasil não vê desabastecimento de cloroquina e mantém plano de expansão

A brMalls teve lucro ajustado de R$ 130 milhões no primeiro trimestre, queda de 24% sobre um ano antes, diante da forte queda nas vendas, impactadas severamente desde a segunda metade de março com o fechamento de todos os seus shoppings.

Já o resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado, caiu 11,9%, para R$ 206,7 milhões.

A receita líquida somou R$ 296 milhões, queda de 5,8% no comparativo anual, impactada entre outros fatores por descontos na cobrança de aluguel para lojistas.

A empresa fechou março com caixa de R$ 886,8 milhões, cerca de R$ 100 milhões a mais do que no final de 2019.

Clique aqui e siga o perfil do CNN Brasil Business no Facebook

Mais Recentes da CNN