Brasil arrecada R$ 122 mi com leilão de mais de mil áreas de mineração

Ao todo, a 5º rodada ofertou 4.500 áreas, sendo que 1.123 arrematadas na chamada etapa de oferta pública

Mina de Carajás
Mina de Carajás 29/05/2012REUTERS/Lunae Parracho

da Reuters

Ouvir notícia

O leilão da 5ª rodada de áreas de disponibilidade de mineração do Brasil negociou 1.098 unidades nesta quinta-feira, arrecadando 122 milhões de reais, informou o Ministério de Minas e Energia em nota.

Ao todo, a 5º rodada ofertou 4.500 áreas, sendo que 1.123 arrematadas na chamada etapa de oferta pública.

Outras 1.459 áreas ofertadas receberam mais de um interessado e foram destinadas para a etapa do leilão nesta quinta-feira. Dessas, 353 não registraram lances e oito foram suspensas, segundo dados da Agência Nacional de Mineração (ANM) citados pelo ministério.

Em 2020 e 2021, quase 16.500 áreas foram ofertadas, somando mais de 230 milhões de reais de arrecadação, disse o ministério.

Entre os empreendedores que arremataram áreas nesta quinta-feira está a mineradora Vale, com duas no Pará, uma delas em São Félix do Xingu, com lances que somaram pouco mais de 50 mil reais cada.

A agência prevê outros quatro editais de oferta pública de áreas para o ano de 2022.

A oferta pública de áreas ao mercado é um dos principais mecanismos de ampliação da atratividade do setor mineral brasileiro junto a investidores, segundo o ministério.

O procedimento visa selecionar interessados em dar seguimento a projetos minerários que haviam retornado à carteira da agência.

 

(Por Laís Morais)

 

Mais Recentes da CNN